A Céu Aberto

Quântico

Padrão desconhecido, porém, realidade em potência
Campo pré-concebido, materialização da consciência
Um campo quanta borbulha, em energia inteligente
Uma leve fagulha nos brinda, à matéria emergente.

Modelo de sincronismo, uma realidade não-local
Ensejo de perfeccionismo, numa busca colateral
Materialização simétrica, simultaneidade fugaz
Objectivação geométrica, um universo se refaz!

Nova prova de moral, um novo paradigma de ética
Trocando o bem pelo mal, sem a capa de cosmética
O mundo é o teu pensar, a realidade o teu querer
Podes, portanto, mudar, podado neste novo saber!

O fotão na sua onda, potencialidade em partícula
Que se basta numa sonda, concretizada com a vista
Arrebatamento de consciência, múltiplo existencial
A vida na sua total abrangência, uma realidade plural...

Joker

Anúncios
This entry was published on 9 de Setembro de 2012 at 21:31. It’s filed under Poesia and tagged , , , , , . Bookmark the permalink. Follow any comments here with the RSS feed for this post.

One thought on “Quântico

  1. Pingback: Quântico « Política(?) Sindicante

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: