A Céu Aberto

O som da vida

Uma música nostálgica, naquele bolero sem tempo, traz-me à memória, a nossa existência trágica, o nosso efémero momento…
Naqueles tempos vividos, por aquele som demarcado, em que cruzamos, sentidos, os nossos momentos, o nosso subtil estado…
Rostos próximos, existências sólidas, intensos brilhos, dotados dum intemporal poder  para luzir,  e que Cronos, nas suas demarcadas horas, os toma por filhos…
E aquela melodia, aquele ritmo, que nos relembra a fatalidade, a entropia, o nosso rosto aflito, pela nossa brevidade, pelo peso da idade, no percurso de cada dia…
O assomo dos rostos, daquelas vidas sopradas, nos nossos caminhos cruzados, opostos nestas jornadas, entre aquele que jaz e este que se perfaz…
Numa existência que se perde no semblante daqueles que não estão, que estiveram, em que ambos retiveram, este som, tão presente, simultâneo, mas ausente, sem fusão…
Porque estão lá os caminhos, as casas, aparentemente as causas, as histórias, mas as vidas, suprimidas, que nos deixam tão sozinhos, nestas estradas, nestas estadas, com memórias…
Este contínuo de som, num arrebatamento audível, que nos leva ao passado, neste presente conformado, neste quadrante de tom, neste momento sensível, consternado…
Nessa imagem, um pensamento, num aperto de saudade, pela força da mensagem, na música desse momento, nesse peso d’eternidade…
Uma espécie de adequação, de lógica, de conjugação, nesse timbre, nessa crónica, cantada em sublimação, num Flamenco de paixão…
Qu’eu sabia ser de monta, pra esse espírito d’assombra, que viveu e morreu, n’alegria, n’alegoria   dessa música, desprendido da matéria, mas sem registo de miséria…
E nisto sente-se, na sala onde esvoaça as notas em rodopio e, aquela voz pulsante, um novo espírito reinante, que num repente a trespassa, como num gesto de valsa, a musicalidade do meu Tio!..
Até sempre, caro Chefe!
louvor e adoração
 
Anúncios
This entry was published on 28 de Fevereiro de 2013 at 13:05. It’s filed under Poesia, Retratos and tagged , , , , . Bookmark the permalink. Follow any comments here with the RSS feed for this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: