A Céu Aberto

Feio

Feio, de nome
Imortal, na memória
Este dia é conforme
À sua máxima crónica!
 
Vive, cada dia, intensamente
E nisso ajuda os outros
O tempo é indiferente
Ao que sobeja, por todos!
 
Uma máxima, Toni!
Nesse vernáculo, tão teu
Que nesse exemplo, senti
A tua entrada no céu!
 
Por temeridade, coragem
Em ser-se genuíno, integral
A tua obra, é a mensagem
Que nos sobrou, como tal!
 
O Humor personificado
A fina inteligência, mordaz
A genuinidade, como estado
Numa existência, fugaz…
 
Mas intrépida até à última
Rindo perante a doença
E nesse prazo, sem súplica
Se conformou na sentença!
 
Com um sorriso nos lábios
Na sua graça de sempre
Deixou o laivo dos sábios
No seu exemplo, contente!
 
Uma mensagem amiga
De quem s’apresta a partir
Para quem fica, prossiga
Nesse propósito d’existir!
 
Pois só sorrindo, aceitando
Este destino escolhido
E nesta sorte, criando
O nosso exemplo, colhido
 
Podemos aspirar a viver
Além do tempo, do facto
E aceitando, morrer
Com um sorriso, no acto…
 
Obrigado, António, onde quer que estejas!
Bem-Hajas, no teu exemplo de vida e morte…
antonio feio
Anúncios
This entry was published on 30 de Julho de 2013 at 16:32. It’s filed under Poesia and tagged , , , , , . Bookmark the permalink. Follow any comments here with the RSS feed for this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: